RSS

Arquivo da tag: testemunho

PRECIOSA É A MORTE DOS SANTOS

 
Comentários desativados em PRECIOSA É A MORTE DOS SANTOS

Publicado por em 25/01/2015 em POIMENIA

 

Tags: , ,

Marisa Lobo rejeita determinação do Conselho de Psicologia e reafirma que não vai negar sua fé

Marisa Lobo rejeita determinação do Conselho de Psicologia e reafirma que não vai negar sua fé

Após terminar, na última sexta-feira (24), o prazo imposto pelo Conselho Regional de Psicologia do estado do Paraná (CRP/PR), à psicóloga Marisa Lobo, para que ela retirasse das redes sociais todas as menções à sua fé cristã, ela afirmou que nunca negará sua fé em Cristo.

A psicóloga recebeu no dia 09 de fevereiro uma determinação do CRP obrigando-a a retirar, em 15 dias, todo conteúdo de seu blog e Twitter que vincule sua profissão a posicionamentos religiosos, sob pena de perder seu registro profissional no conselho caso não acatasse a decisão. A determinação foi fruto de uma denúncia feita por um grupo de ativistas de um movimento gay contra a psicóloga.

A decisão do conselho foi repudiada por diversos parlamentares evangélicos, como o pastor e deputado federal Marco Feliciano, o senador Magno Malta, o deputado João Campos, que é presidente da Frente Parlamentar Evangélica, e o deputado Roberto de Lucena. Os parlamentares manifestaram apoio à psicóloga, e Feliciano classificou o caso como perseguição religiosa.

Não acatando a ordem do conselho profissional, Marisa Lobo Redigiu um documento de 3 páginas contendo sua defesa contra a determinação. Nesse documento, publicado também em seu blog, ela reafirma sua fé e lembra seu direito constitucional de professar publicamente sua convicção religiosa. Marisa citou em sua defesa o inciso VI do artigo 5º da Constituição Federal, que garante ser “inviolável a liberdade de consciência e de crença”, ela citou ainda a Declaração Universal dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário, que também garante o direito à liberdade religiosa.

Ela afirmou ainda que não vai acatar a decisão de retirar da internet conteúdos que vinculem a psicologia a sua fé, e escreveu: “não nego minha fé, não nego meu Deus, não nego meu Jesus, pois creio ser Ele o únicoSalvador da minha vida”.

“Pode este conselho tomar as devidas providências quanto ao meu caso que lhe convier, quanto a mim lutarei pelos meus direitos, crendo na sociedade, crendo no parlamento, crendo na justiça do homem, na constituição do meu país e crendo principalmente no Deus que sirvo que me dará a vitória”, concluiu a psicóloga, que terminou o documento dizendo: “Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor. Tenho orgulho de ser cristã”.

Fonte: Gospel+

 
1 comentário

Publicado por em 29/02/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , ,

Jovens tentam converter ‘pecadores’ na rua Augusta

DANILA MOURA
DE SÃO PAULO

Pães, bolachas, leite e café, muito café, em plena madrugada de sábado. Cerca de 30 jovens encaram esse lanche reforçado num casarão da rua Avanhandava, região central. O destino deles é o Baixo Augusta, vizinhança cheia de atrações à noite, entre bares fuleiros, moderninhos e prostíbulos decadentes.

Maria do Carmo/Folhapress
Jovem religiosa da missão Thalita Kum, que evangeliza pelas calçadas da rua Augusta, atrás de jovens "pecadores"
Jovem religiosa da missão Thalita Kum, que evangeliza pelas calçadas da rua Augusta, atrás de jovens “pecadores”

No “esquenta”, a cerveja dá lugar à oração. A tarefa não é descolar um paquera ou dançar até o chão. Os jovens fazem parte da missão católica Thalita Kum (“levanta-te”, em hebraico) e saem pela madrugada com o intuito de tirar outros da vida profana.

A missão integra o grupo Aliança da Misericórdia, criada há 12 anos por dois padres. Com sede em São Paulo, hoje está presente em 36 cidades do país e do exterior. Também faz parte da Aliança a missão Maria Madalena, cujos itinerários incluem bailes funk e pontos de prostituição na região de Perus, na zona norte da capital.

Em comum, as duas turmas largaram o conforto familiar pelo voto de pobreza. Entre as tarefas que devem cumprir está morar em uma favela por alguns meses para saber como é passar pelas dificuldades do local.

Fazer parte da missão também exige disciplina. Além do voto de pobreza, é necessário viver em comunidade num curso preparatório de três anos. “Meus pais não aceitaram quando eu vim de Indaiatuba para morar aqui com o meu irmão. Agora, até pensam em se mudar para cá”, diz Rafael Menezes, 24.

O celibato não é obrigatório. Quando um deles se apaixona por outro, o orientador deve ser avisado. Se for recíproco, fazem votos de namoro, vão morar em endereços distintos e ganham o direito de se encontrarem sozinhos eventualmente. Após o casamento, vão morar em uma das casas dentro das comunidades, separados dos demais -uma prática comum.

Mesmo com tantas restrições, ainda há atividades mais “descoladas”, como as idas à Cristoteca, espécie de discoteca gospel localizada em bairros como o Brás, na região central, onde não entram bebidas alcoólicas.

  Maria do Carmo/Folhapress  
Jovens da missão católica Thalita Kum durante oração de aquecimento para a pregação noturna entre turmas de baladeiros
Jovens da missão católica Thalita Kum durante oração de aquecimento para a pregação noturna entre turmas de baladeiros

Saindo por aí
Os jovens fiéis moram em comunidades coletivas, como a da rua Avanhandava, visitada pela reportagem durante a incursão baladeira. Antes de sair pela vizinhança, eles formam um círculo de oração numa das capelas do espaço. O intuito é o de se proteger de eventuais represálias e pedir iluminação divina para a empreitada, que inclui “livrar os jovens de vícios”, como a bebida, o sexo fácil, as drogas e outros pecados.

Durante a visita, a reportagem foi surpreendida: todos juntaram as mãos em oração por este texto. Ainda na comunidade eles trocam histórias sobre outras passagens noturnas pela Augusta, que inclui relatos de uma prostituta arrependida e de uma adolescente de 14 anos que perdeu os pais e saía pelos clubes bebendo até cair. As narrativas de sucesso das evangelizações dão ânimo aos presentes para encarar a maratona cristã.

Os preparativos também incluem pinturas divertidas nos rostos dos mais empolgados. Os músicos afinam o violão e o grupo já organiza quais serão os trios que formarão durante a caminhada. Ninguém pode se perder ou ficar só. As portas se abrem e todos saem pela rua sem se intimidar.

“Já aconteceu de vizinhos jogarem água na gente. É comum tirarem sarro na rua, mas não estamos nem aí”, conta Adriana Garcia de Aguiar, 29, fonoaudióloga que largou o diploma e o aconchego da casa dos pais em Piracicaba, cidade do interior paulista, para viver religiosamente, assim como a maioria dos seus irmãos de fé. A profissão? Não exerce mais.

Apesar de a região do Baixo Augusta ser famosa por ataques homofóbicos e de intolerância, essa turma jamais sofreu atos de violência -a oração do esquenta deve ser forte.

Sem pena do gogó, começa a cantoria. Os integrantes cantam alto hinos de louvor e frases como “Jesus te ama”. As palavras ressoam como um choque térmico nos ouvidos de quem está bebericando um drinque nos bares e inferninhos.

Olhares surpresos
“Socorro, o que é isso, pelo amor de Deus?”, pergunta a publicitária Juliana Canhadas, 28, frequentadora da região que assistia perplexa à romaria dançante. A explicação dada pela reportagem não é suficiente para tirar a expressão de assombro da moça.

Grande parte reage dessa forma. Começa a subida, piadinhas são ouvidas aos montes, ao mesmo tempo em que eles interagem em clima informal com quem está aberto a conversar. Sobram olhares surpresos. Afinal, o grupo percorre a rua aos pulos e, não raro, empunham uma santa gigante que entrecorta o trajeto pecaminoso.

Alguns se rendem à doçura da turma, como as garotas de programa da região. E as piadinhas acabam se transformando em pedidos de oração.

SERVIÇO

Para conhecer a missão Thalita Kum, não é preciso agendar horário.

Casa Cenáculo-Emannuel
R. Avanhandava, 616, Bela Vista, SP, tel. 0/xx/11/3237-3061.
www.misericordia.com.br

 

Fonte: FOLHA DE SAO PAULO

 
Comentários desativados em Jovens tentam converter ‘pecadores’ na rua Augusta

Publicado por em 05/02/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , , , ,

Igreja Ortodoxa Russa afirma que um cristão é morto a cada hora no mundo

Igreja Ortodoxa Russa afirma que um cristão é morto a cada hora no mundo

O Patriarca da Igreja Ortodoxa de Alexandria e toda África, Teodoro II, esteve na Rússia para se encontrar com o Patriarca de Moscou e toda a Rússia, Kirill. No encontro o patriarca russo fez uma declaração afirmando que “a cada hora é assassinado um cristão no mundo. Esta é uma estatística terrível. São assassinados através de motins políticos, e da tensão da luta entre as religiões. Os assassinatos por causa da palavra de Cristo apresentam um desafio esmagador sobre a condição moral do mundo”.

O patriarca ortodoxo disse ainda: “Hoje oramos pelos os cristãos da África, especialmente no Norte, onde o sangue inocente é derramado. Mas mesmo nos países da África Central, particularmente na Nigéria, os cristãos e aldeias inteiras são massacrados somente pelo fato de que, para alguns, a presença da pregação cristã parece perigosa”.

De acordo com a agência Noticias Cristianas a Igreja Ortodoxa Russa afirmou que irá apoiar o patriarcado de Alexandria na tarefa de evitar mais violência e morte contra os cristãos na África. Assim, o Patriarca de Alexandria e de toda a África, Teodoro II, visitou Moscou, pela quarta vez em oito anos de sua primazia.

“Para mim é muito importante o apoio da Igreja Ortodoxa Russa na missão em que me comprometo”, disse o patriarca Teodoro II, que afirmou ainda que “não é a primeira vez que os patriarcas de Alexandria estavam decididos a salvar o cristianismo na África, e sempre procuraram o ajuda da Santa Rússia”.

Fonte: Gospel+

 
Comentários desativados em Igreja Ortodoxa Russa afirma que um cristão é morto a cada hora no mundo

Publicado por em 02/02/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , ,

Flordelis: Conheça a história de uma evangélica que virou filme com Reynaldo Gianecchini e outros

Flordelis: Conheça a história de uma evangélica que virou filme com Reynaldo Gianecchini e outros

“Essas crianças não são estatísticas, são meus filhos.” Foi com essa frase que Flordelis, protagonista do filme que leva seu nome, arrancou aplausos da plateia do Cine Odeon, na noite desta terça-feira (6), em exibição que fez parte da programação do Festival do Rio. O filme entra em cartaz na próxima sexta.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

“Flordelis – Basta uma palavra para mudar” conta a história real de uma mulher, moradora da favela do Jacarezinho, no Rio, que adotou 37 crianças e as criou junto de seus quatro filhos biológicos. Mas além da óbvia complexidade em se ter 41 filhos dentro de casa, Flordelis enfrentou outras adversidades em sua jornada, retratadas no filme e narradas por ela mesma.

Seu trabalho começou com o projeto batizado de “Evangelismo da madrugada”, que consistia basicamente em sair de casa toda sexta-feira à meia-noite, perambulando de favela em favela do Rio de Janeiro, tentando resgatar jovens envolvidos no tráfico de drogas. Flordelis ficou famosa por seu trabalho de recuperação, até que as próprias mães, quando não tinham condições de criar os filhos, passaram a procurá-la pedindo ajuda.

As adoções de fato começaram após uma ida à Central do Brasil, no meio da noite. Flordelis encontrou uma mãe que havia tido bebê há apenas 15 dias e que confessou ter jogado a criança no lixo. Ela resgatou a menina e, dias depois, um grupo de crianças foi até sua casa, buscando a segurança e a estabilidade de um lar. As portas estavam abertas e foi assim que a família de Flordelis cresceu. Literalmente da noite para o dia.

Mas a iniciativa de ajudar os outros lhe trouxe problemas. Sem a documentação exigida pela Justiça para regularizar a situação das crianças, ela passou a ser perseguida e chegou a ter que deixar sua casa com os filhos, para não ser presa como sequestradora. “Foi difícil [fazer esse filme]. Tive que me lembrar de coisas que eu não queria mais lembrar, como a morte do meu filho, as fugas e a época em que moramos na rua. Mas hoje vejo que tudo valeu a pena”, ela comentou no início da sessão, antes de ter visto o filme pronto.

//

O elenco de “Flordelis” é um capítulo à parte: Reynaldo Gianecchini, Cauã Reymond, Alinne Moraes, Pedro Neschling, Erik Marmo, Letícia Sabatella, Letícia Sabatella, Fernanda Lima e Ana Furtado, entre outros. Cada um deles revive, em formato de depoimento, os dramas de alguns dos filhos de Flordelis, enquanto que ela própria, como que uma verdadeira “supermãe”, narra o drama de sua vida e se encarrega de deixar mensagens de otimismo e fé.

Nenhum dos atores recebeu cachê para fazer o longa, e o projeto foi criado com a intenção de que o lucro da bilheteria seja investido no que atualmente é o maior sonho da vida de Flordelis: sua casa própria. “Embora pareça loucura morar na favela e adotar esse monte de crianças, eu não fui atrás deles na rua. Eles vieram até mim, um a um, como presentes de Deus. E um presente como esse a gente não pode recusar”, afirma.

Antes de a sessão ter início, Flordelis chamou os filhos um a um no palco, pelos nomes. “Para chegar até aqui fui conhecida como doida. Mas quero dizer que ser doida é muito bom.” No fim, estava abalada e emocionada. “Mostramos a verdade, tudo o que nós passamos. Que sirva de exemplo para outras pessoas.”

Fonte: G1 / Gospel+

 
Comentários desativados em Flordelis: Conheça a história de uma evangélica que virou filme com Reynaldo Gianecchini e outros

Publicado por em 08/10/2009 em POIMENIA

 

Tags: , ,