RSS

Arquivo da tag: morte

Esposa do vocalista do Oficina G3, Jacky descansa após batalha contra o câncer

Antognoni Misael, no blog Arte de chocar

Que humano saberá conviver em paz com a morte? Quem tornará tal tragédia em vida? Quem sorrirá em plena dor? Quem!?

Longe de ser quimera, algo chamado Graça nos desafia a lógica da morte e nos faz refletir, chorar e ao mesmo tempo se alegrar em Deus pelo exemplo de fé e gratidão na vida de Jacky.

Hoje tive a triste notícia do falecimento dessa querida irmã, esposa de Mauro Henrique, vocalista do Oficina G3. E a notícia me levou a tristeza. Tristeza porque em toda partida uma lágrima cai ao chão; no adeus, a vida se parte e logo vira grão… Tristeza porque a voz e os movimentos se vão… Tristeza porque a dor da ida é deriva do coração. Sim, tristeza.

Agora é momento de reflexão. Abraço demorado. Olhar periférico. Barulho na alma. Silêncio no vão…

São sensações que nos indicam a mais pura verdade terrena: somos humanos, portanto normal é chorar com os que choram! São demonstrações de perto, de longe, de verdade, de pêsames por Mauro e família.

Enquanto nosso lamento, como em bravios e intempestivos mares por dentro de nós se agitam, gritam e argumentam com o Mestre: – “Por quê Senhor? Por quê?” O Espírito de Deus em suave tom e quietude nos transfere para uma outra dimensão e nos apazigua dizendo que a morte não tem poder sobre Jacky. Enquanto isso as palavras do Mestre ecoam em nosso interior: “Eu Sou a ressurreição e a vida! Quem crê em mim ainda que morra viverá”! (Jo 11.25)

Queridos, a Jacky está com o Senhor. Ela não nos deu adeus. Deus apenas a tomou para Si. O que precisamos de verdade é cada vez mais compreender que estamos aqui de passagem. Melhor que as aflições e descaminhos deste mundo é descansar nos braços do Pai.

Quando Jacky cantava e adorava ao Senhor Jesus naquele hospital nos ensinando a prática da verdadeira fé eu lembrava de Paulo cantando na prisão.

As raras demonstrações de fé, piedade e gratidão a Deus acima das circunstâncias me alegrava o coração quando via aquele vídeo dela com o seu esposo. Enquanto no cenário comum da atualidade a multidão busca uma vida com Deus em troca de bênçãos materiais, Jacky falava profundamente a igreja brasileira ao dizer que a Sua presença lhe bastava independente da cura que ela solicitava; mesmo assim ela não parou de lutar contra o câncer nestes últimos dois anos, porém sem demonstrar murmuração alguma.

Contudo não tenho dúvidas que através daquela enfermidade o Nome do Senhor Jesus foi glorificado, pois a Palavra nos ensina que tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus (Rm 8.28), até mesmo a aflição e o padecer! No mais, peço mais Graça para que no dia da dor e da provação Ele me dê seu Consolo, Paz e assim como Jacky o fez, eu também possa fazer: oferecer minha vida em gratidão independente das circunstâncias.

Mas enquanto enxugo as lágrimas, uma profunda alegria vem ao meu coração ao cantarolar aquela canção que diz: “Ó Pai eu queria tanto ouvir o som que vai abrir o encontro triunfal. Rever amigos que um dia em Cristo foram feitos meus irmãos, e agora sim, podemos dar as mãos…” Sim! Espero ansiosamente este grande dia!

Oremos pelos familiares de Jacky, principalmente por Mauro. Que o Senhor console profundamente os seus corações.

Fonte: PAVABLOG

Anúncios
 
Comentários desativados em Esposa do vocalista do Oficina G3, Jacky descansa após batalha contra o câncer

Publicado por em 03/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , ,

A última brincadeira – Visita do Papa a Cuba pode marcar retorno do ex-ditador Fidel Castro ao cristianismo

Ao ver a figura tétrica da Morte se aproximar da beira de seus leitos, muitos buscam ‘se acertar com Deus’… Deus, para essas pessoas, nada mais é que um brinquedo que haviam deixado de lado durante a vida inteira e com o qual agora, nos instantes derradeiros de suas existências, querem brincar pela última vez… Chicco 

Visita do Papa a Cuba pode marcar retorno do ex-ditador Fidel Castro ao cristianismoRecentemente o Vaticano divulgou a informação de que o Papa Bento XVI fará uma visita a Cuba e México, entre os dias 23 e 29 de Março. Com base nessa informação, historiadores e teólogos passaram a especular se a visita serviria para a volta de Fidel Castro, ex-ditador de Cuba, à Igreja Católica.

O encontro entre o Papa e o líder da revolução cubana foi confirmado pela Igreja Católica, que também revelou que Bento XVI pretende conceder uma bênção a Fidel Castro. Com 85 anos e a saúde debilitada, o comunista Fidel estaria “mais próximo à religião e a Deus”, segundo sua filha, Alina Fernandez, que é uma fiel católica praticante.

Na história recente de Cuba, após a revolução, instaurou-se uma perseguição aos religiosos, o que colocou o governo do país e as igrejas em lados opostos. Em 3 de Janeiro de 1962, o Papa João XXIII excomungou Fidel Castro por seus atos contra os cristãos cubanos. Essa foi a última excomunhão declarada solenemente pelo Vaticano. A perseguição ao cristianismo era tão grande que Castro revogou o feriado de Natal do ano de 1969.

Uma reforma do Partido Comunista realizada em 1991 abriu espaço para que as igrejas pudessem atuar junto à sociedade, permitindo que religiosos pudessem assumir cargos no governo e tivessem acesso à educação formal. Em 2010, dezenas de prisioneiros políticos foram libertados pelo atual presidente do país, Raul Castro, irmão de Fidel. Analistas políticos atribuíram a nova postura a um acordo firmado entre Raul e o arcebispo da capital cubana, Jaime Ortega, segundo informações do “The Christian Post”.

Oficialmente o Vaticano relaciona a visita do Papa Bento XVI a Cuba à necessidade de fortalecer a igreja no país. A possível “readmissão” de Fidel à condição de católico, por enquanto, se baseia em especulações.

Fonte: Gospel+

 
Comentários desativados em A última brincadeira – Visita do Papa a Cuba pode marcar retorno do ex-ditador Fidel Castro ao cristianismo

Publicado por em 29/02/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , ,

Whitney Houston – Alguém maior que você e eu

Alguém maior que você e eu

Quem criou as montanhas, quem criou as árvores?
Quem fez o rio ir em direção ao mar?
E quem colocou a lua no céu estrelado?
Alguém maior que eu e você.
Quem fez as flores florescerem na primavera?
Quem escreve a canção para o pássaro cantar?
E quem manda a chuva quando a terra está seca?
Alguém maior que você e eu.
Ele ilumina o caminho quando a estrada é longa.
Te mantém acompanhado;
Com amor para guiar você,
Ele caminha do seu lado.
Assim como ele caminha comigo.
Quando eu estou cansada, tomada pelo desespero
Quem me dá coragem para continuar?
E quem me dá fé que nunca morrerá?
Alguém maior que você….. e eu.

Fonte: LETRAS TERRA

 
Comentários desativados em Whitney Houston – Alguém maior que você e eu

Publicado por em 12/02/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , ,

Whitney Houston – EU VOU ATÉ A ROCHA

Eu Vou Até a Rocha

Onde devo ir quando não há mais ninguém a quem recorrer?
A quem devo falar quando ninguém quer ouvir?
Em quem eu me apoio quando não há fundamento estável?
Eu vou ate a rocha
Eu sei que Ele é capaz
Eu vou ate a rocha
Refrão:
Eu vou ate rocha para a minha salvação
Eu vou para a pedra que os construtores rejeitaram
Eu corro para a montanha e a montanha estar perto de mim
Quando a terra em volta de mim é areia movediça
Em Cristo, a rocha firme Eu permaneço
Quando eu preciso de um abrigo, quando eu preciso de um amigo
Eu vou ate a rocha
Onde eu vou, onde eu vou,
Quando as tempestades da vida estão ameaçando?
A quem devo recorrer quando os ventos de tristeza sopram?
E há um refúgio no tempo da tribulação?
Eu vou ate a rocha
Eu sei que Ele é capaz
Eu vou ate a rocha
Eu sei que ele é a rocha para a minha salvação
Eu sei que ele é a pedra que os construtores rejeitaram
Eu corro para a montanha e a montanha estar perto mim
Quando a terra em volta de mim é areia movediça
Em Cristo, a rocha firme Eu estou
Quando eu preciso de um abrigo, quando eu preciso de um amigo
Eu vou ate a rocha
Eu vou ate a rocha(repita 4x)
Você pode ir ate a rocha (repita 4x)
Ah, eu posso ir
Eu vou ate a rocha(repete 8x)
Quando a terra em volta de mim é areia movediça
Em Cristo, a rocha firme Eu estou
Quando eu preciso de um abrigo, quando eu preciso de um amigo
Eu vou ate a rocha

Fonte: LETRAS TERRA

 
Comentários desativados em Whitney Houston – EU VOU ATÉ A ROCHA

Publicado por em 12/02/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , ,

Caio Fábio critica a “ênfase evangélica no Diabo” e exalta a “paciência de Deus com a humanidade”

Caio Fábio critica a “ênfase evangélica no Diabo” e exalta a “paciência de Deus com a humanidade”

O reverendo Caio Fábio publicou em seu site o artigo “Nós, o Diabo… E a paciência inexplicável do amor de Deus”, em que ele faz uma reflexão sobre a frequência com que o Diabo é citado no meio evangélico e a “briga”, que ele classifica como inexistente, entre Deus e o Diabo. Para Caio, Deus não tem inimigos, porém o Diabo considera a Deus como inimigo e “que, à semelhança dos humanos, pela via do livre arbítrio, decidiu tornar-se quem se tornou…”.

Caio Fábio ainda critica a “ênfase ‘evangélico/pentecostal’ no diabo como ente onipresente, onipotente e onisciente” que faz com que os fiéis, segundo ele, enxerguem o evangelho “como uma briga multi-cósmica entre o Deus do Bem e o Deus do Mal”.

O reverendo aponta que essa visão distorce o propósito do cristianismo e da palavra bíblica, fazendo com que pessoas sem profundo conhecimento teológico, enxerguem a Deus como um ser passível à sentimentos humanos: “essa ênfase, por tal equívoco, cria a ideia de que o Deus que a Escritura diz que é Amor, tenha inimigos ao modo humano de inimizar-se; o que O torna apenas um Diabo menos endiabrado um pouco…; posto que onde haja inimizade, segundo o Deus que é Amor nos ensina em Sua Palavra, aí há Diabo; […] não havendo, portanto, espaço na natureza de Deus para o ódio; visto que ódio é treva, segundo João; e em Deus não há treva nenhuma”, pontua Caio Fábio.

Explicando que “o Diabo [diabo] é inimigo de Deus; Deus, porém, não é inimigo do Diabo ou de diabos”, o artigo versa ainda sobre a importância de que Deus não tenha tido o Diabo como inimigo e o tenha aniquilado, fato esse que, segundo Fábio, abriria o precedente para a aniquilação dos homens: “Dou Graças a Deus […] que Ele não tenha destruído e aniquilado Satanás ainda; pois, se assim o fizesse, quem mais, pelos critérios do mesmo juízo de aniquilamento, escaparia?”.

Sem ignorar a existência do Diabo, Fábio afirma que a “a paciência do amor de Deus para com o Diabo é equivalente à paciência do amor de Deus para com a Humanidade” e cita que atrocidades cometidas por humanos se igualam às propagadas atitudes atribuídas ao Diabo: “Dou também Graças a Deus que o Diabo não tenha sido ainda aniquilado em razão de que em quase toda família humana, empresa humana, sistemas políticos, ou poderes conhecidos neste mundo, etc… — eu enxergue todos os dias milhões e milhões de diabos; sim, de criaturas que existem contra Deus, o amor e a vida”.

Confira abaixo a íntegra do artigo escrito por Caio Fábio:

Hoje, pela milésima vez, me perguntaram por que Deus não acaba logo com essa briga entre Ele e Satanás; posto que, disse o perguntante, ele [a pessoa] não tem nada a ver com essa questão entre Deus e o Diabo.

A questão reflete o que já disse dezenas de vezes antes, até mesmo aqui no http://www.caiofabio.net — inclusive no texto hoje abundantemente visto como vídeo na Vem e Vê TV e no You Tube; a saber: PERDOEM-ME O DESGOSTO! …ESTÁ INSUPORTÁVEL! – VIDEO

Isto porque e ênfase “evangélico/pentecostal” no diabo como ente onipresente, onipotente e onisciente — pois é assim que como criatura ele é tratado na prática — tem feito com que os crentes que vão se cansando da “igreja” passem a interpretar a questão em pauta desse modo […]; ou seja: como uma briga multi-cósmica entre o Deus do Bem e o Deus do Mal; fato equivocado este, que, em tais pessoas tão ignorantes quanto cansadas, gera este tipo de questão.

E mais: essa ênfase, por tal equivoco, cria a ideia de que o Deus que a Escritura diz que é Amor, tenha inimigos ao modo humano de inimizar-se; o que O torna apenas um Diabo menos endiabrado um pouco…; posto que onde haja inimizade, segundo o Deus que é Amor nos ensina em Sua Palavra, aí há Diabo; […] não havendo, portanto, espaço na natureza de Deus para o ódio; visto que ódio é treva, segundo João; e em Deus não há treva nenhuma.

A questão, todavia, implica em uma redução de Deus ao nível diabólico da pior das criaturas, visto que Satanás […] seja ele quem for e como for […], é apenas mais uma criatura livre, feita por Deus sem diabrices, mas que, à semelhança dos humanos, pela via do livre arbítrio, decidiu tornar-se quem se tornou…

O Diabo [diabo] é inimigo de Deus; Deus, porém, não é inimigo do Diabo ou de diabos; assim como o homem se tornou inimigo de Deus pelas suas escolhas, sendo chamado por Paulo pela designação de “inimigo de Deus” e de “filho da ira”, embora jamais se diga que Deus seja inimigo do homem […] ou de qualquer de Suas demais criaturas.

Ao contrário, o Novo Testamento nos diz que, sendo nós inimigos de Deus, fomos, todavia, com Ele reconciliados; e isto unilateralmente, pelo Sangue da Cruz de Cristo; posto que Deus estivesse em Cristo reconciliando consigo mesmo o mundo; e, segundo Paulo escrevendo aos Efésios, pelo mesmo ato, Deus estava reconciliando consigo mesmo […] todas as coisas e criaturas, quer nos céus, quer sobre a terra; ou seja: em todas as dimensões.

Ora, na prática isto não muda por Decreto a relação dos inimigos de Deus com Ele, mas deixa claro que qualquer criatura pode ser aproximar de Deus, por causa de Jesus, sabendo que, havendo sincera liberdade e vontade arrependida […], da parte de Deus o Caminho da Reconciliação está aberto e consumado.

Dou Graças a Deus […] que Ele não tenha destruído e aniquilado Satanás ainda; pois, se assim o fizesse, quem mais, pelos critérios do mesmo juízo de aniquilamento, escaparia?

Sei que o Diabo existe; assim como sei que milhões e milhões de homens/diabos existem também; os quais, na maioria das vezes, são os que determinam a História da Civilização; a qual não é feita de Gandhis, de Madres Teresa ou de Paulos, mas de Neros, Calígulas, Domicianos, Gengis Kans e Hitlers.

Além disso, dou também Graças a Deus que o Diabo não tenha sido ainda aniquilado em razão de que em quase toda família humana, empresa humana, sistemas políticos, ou poderes conhecidos neste mundo, etc… — eu enxergue todos os dias milhões e milhões de diabos; sim, de criaturas que existem contra Deus, o amor e a vida; e que, em tais existências só se pode ver a imagem e semelhança de Satanás; posto que existam para realizar os desejos homicidas, egoístas, caprichosos, mentirosos, enganadores, aproveitadores, gananciosos, manipuladores, dissimuladores, narcisistas e perversos do Diabo; seja oprimindo como humanos as suas próprias famílias, seja como governantes despotizando povos, seja poderosos controlando os tesouros e recursos naturais ou destruindo-os; ou ambicionando serem os senhores dos destinos humanos…

Assim, a paciência do amor de Deus para com o Diabo é equivalente à paciência do amor de Deus para com a Humanidade!

O fato é que o homem foi se tornando tão semelhante ao Diabo […] que o Diabo foi se tornando semelhante ao homem; e, você, durma com o barulho louco de tal constatação!…

Desde o Éden que o homem aprende consciente e inconscientemente com o Diabo — e isto por vias, meios e modos diferentes —, e, em menor escala, o Diabo também aprende com o homem; posto que se trate de um encontro entre criaturas; uma delas com mais poder, o Diabo; outra menos poderosa, o homem; porém, ambos, homem e Diabo, vivem em estado de troca […] como criaturas.

Deus não tem nada a aprender com o homem ou com a criação, como sugerem alguns “teólogos”; porém, no nível da criação, aí sim, existe uma antroposatanologia relacional e do processo.

Ora, foi Paulo quem disse isto ao afirmar que os “Principados e Potestades” —bons e maus— estão sempre se perplexificando ante á produção dos filhos de Deus, para o bem; assim como se colocam em estado de perplexidade para o mal quando os humanos “fazem aquilo que nem os demônios acreditam” —; usando eu uma expressão chula a fim de descrever o que acontece.

Desse modo, o Amor Divino que exerce paciência com a diabrice humana, dando oportunidade de retorno à sensatez, é, ainda que nos pareça chocante, a mesma que trata o resto da criação e das criaturas com a mesma Graça; o que fará com que o Dia do Juízo se torne mais do que inapelável; posto que em tal Dia/Momento/Eterno, até o Iniquo dele venha a sair mudo e sem palavras!

No fim, o Lago de Fogo — no qual o Diabo e seus anjos, assim como a Morte e o Inferno serão lançados… — será um ato de Soberania Divina de Suicídio de criaturas e estados de existência, pela via do livre arbítrio de tais criaturas e estados de existência.

“Serão lançados nos Lago de Fogo ardente” todos os que todos os dias treinam tal salto para ele!…

Dessa forma, não querendo escrever mais […], apenas digo que é estranho assim o Amor de Deus; o qual, por definição, excede a todo o nosso entendimento; incluindo o entendimento que até Satanás possa ter […]; se é que pela sua maldade deliberadamente essencial ainda lhe restou alguma coisa que, não sendo inteligência, ou intelisatanencia, pudesse ser chamada de Entendimento; o qual [o verdadeiro entendimento], na sabedoria divina, é o saber que decorre não do intelecto, mas do saber que aprende em amor; o que, no caso do Diabo, parece ter se tornado, por sua total, livre e perseverante escolha de ser, uma inimaginável possibilidade humana quanto a conceber de outro modo.

Nele, em Quem até o Diabo é tratado com a Paciência do Amor que não se exaspera do mal,

Caio
26 de janeiro de 2012
Lago Norte
Brasília
DF

Fonte: Gospel+

 
1 comentário

Publicado por em 31/01/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , , ,

Japonês cria hotel exclusivo para quem já morreu

Foto 1 de 10 – Monge budista recita sutra durante velório no hotel Lastel, em Yokohama, no Japão onde famílias alugam quartos para cadáveres esperarem o momento de serem levados até os crematórios lotados da cidade Yuriko Nakao/Reuters

Em um subúrbio de Yokohama, no Japão, fica um hotel inusitado. Todos os seus 18 hóspedes já morreram. Por US$ 157, é possível manter o corpo de um ente querido em um caixão refrigerado, em um dos quartos do estabelecimento, enquanto se espera pela cerimônia de cremação.

O criador do hotel Lastel, Hisayoshi Teramura, teve a ideia de criar o local por causa da lotação e do tempo de espera dos crematórios da cidade. A espera média por um forno crematório em Yokohama é de quatro dias.

“Se não deixarem o corpo aqui, terão de mantê-lo em casa”, afirma Teramura.

Enquanto ficam nos quartos, os mortos recebem a visita de amigos e parentes que depositam flores e velam o corpo.

A morte é um raro mercado em expansão na economia japonesa. No ano passado, 1,2 milhão de pessoas morreram — 55 mil a mais do que no ano anterior — o que dá ao Japão uma taxa de mortalidade anual de 0,95% em comparação com a média global de 0,84%.

Até 2040, a população do país deve contrair em 20 milhões de pessoas, um número sem precedentes para uma nação que não está em guerra ou que não é marcada pela fome.

*Com informações da Reuters

Fonte: UOL

 
Comentários desativados em Japonês cria hotel exclusivo para quem já morreu

Publicado por em 13/09/2011 em POIMENIA

 

Tags: , , , , ,

Idosa britânica tatua aviso no peito para que não a ressuscitem

Uma aposentada britânica de 81 anos tatuou no peito a mensagem “Do Not Ressucitate” (Não Ressuscite) para garantir que ninguém preste socorro caso ela adoeça e precise de ajuda para recuperar as funções vitais.

BBC
Britânica de 81 anos tatua no peito aviso para que não a ressuscitem
Britânica de 81 anos tatua no peito aviso para que não a ressuscitem

Para garantir que sua mensagem será lida, Jay Tomkins também tatuou nas costas as iniciais “P.T.O.” (para Please Turn Over, ou Por Favor Vire) acompanhadas de uma seta.

A ex-secretária afirmou que não consegue se imaginar “fazendo a cama e lavando roupa por mais 20 anos”.

Ela se diz satisfeita com sua vida, mas afirma que também estaria “igualmente feliz” se simplesmente não acordasse de manhã.

SEM DESCULPAS

Tomkins diz não sofrer de nenhuma doença séria além de diabetes, mas afirma que a tatuagem significa que não vai haver “desculpas” para erros.

“A tatuagem é imediata… não há desculpas para não saber o que eu pensava”, observa.

Para ela, sua decisão de não ser ressuscitada poderá “economizar dinheiro” do sistema público de saúde.

“Se me encontrarem caída no chão e eu não puder dizer nada, quero que aceitem isso”, diz Tomkins. “Tenho 81 anos e não preciso viver mais. O que eu faria com o terrível pensamento de chegar até os 100 anos? Eu odeio isso”, comenta.

Ela conta que sua sogra viveu até os 106 anos, mas que “nos últimos seis anos de sua vida ela estaria muito melhor morta”. “Ela estava péssima”, diz.

SEM VIGOR

A aposentada afirma que, aos 81 anos, não tem mais vigor para aproveitar seus passatempos preferidos, como tocar piano e cuidar do jardim.

“Tive 80 anos bons e interessantes, com casamento, filhos, netos e muitos amigos. Fico bem feliz ao acordar de manhã, mas se não acordasse estaria tão feliz quanto”, afirma.

Segundo Tomkins, seus dois filhos e seis netos sabem de sua decisão, mas não a questionam.

Apesar da clareza do desejo expresso por ela, porém, a tatuagem pode não ser uma garantia de que ele será respeitado.

Segundo Anna Smajdor, professora de ética médica da Universidade de East Anglia, no leste do Reino Unido, a tatuagem pode passar “uma mensagem muito clara”, mas sozinha não garante que o desejo será cumprido, porque “não tem validade legal”.

Fonte: FOLHA

 
Comentários desativados em Idosa britânica tatua aviso no peito para que não a ressuscitem

Publicado por em 08/09/2011 em POIMENIA

 

Tags: , , , , ,