RSS

Arquivo da tag: governo

Manual de Integridade Pública e Fortalecimento da Gestão

Manual de Integridade Pública e Fortalecimento da Gestão
Manual de Integridade Pública e Fortalecimento da Gestão – Segunda edição 
Apresenta, de forma didática e em linguagem simples, informações que vão auxiliar os novos prefeitos na implantação ou aprimoramento de mecanismos de controle interno; na implementação de medidas de promoção da ética pública; no incremento da transparência pública; e no estímulo ao controle social.

Fonte: CGU.GOV.BR

Anúncios
 
Comentários desativados em Manual de Integridade Pública e Fortalecimento da Gestão

Publicado por em 22/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , ,

Cartilha O Vereador e a Fiscalização dos Recursos Públicos Municipais

Cartilha Olho Vivo - Controle Social Cartilha “O Vereador e a Fiscalização dos Recursos Públicos Municipais”
A publicação fornece orientações básicas sobre o papel dos vereadores na fiscalização da aplicação dos recursos públicos nos municípios. O objetivo é compartilhar o conhecimento técnico da CGU sobre o controle da gestão pública e, assim, contribuir para o aprimoramento da atuação do Poder Legislativo municipal. O vereador tem papel fundamental para o controle da gestão dos recursos públicos.

Fonte: CGU.GOV.BR

 
Comentários desativados em Cartilha O Vereador e a Fiscalização dos Recursos Públicos Municipais

Publicado por em 21/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , , , ,

Cartilha Acesso à Informação Pública

Cartilha Olho Vivo - Controle Social Cartilha “Acesso à Informação Pública”
A publicação, além de ser uma introdução à Lei que trata do assunto (nº 12.527, sancionada pela presidente da República em 18/11/2011), também destaca aspectos e vantagens de uma cultura de acesso, em detrimento à cultura do segredo.

O objetivo é ser uma ferramenta útil de trabalho aos servidores envolvidos no processo de atendimento à demanda da sociedade pelas informações produzidas e gerenciadas pelo Governo Federal.

Fonte: CGU.GOV.BR

 
Comentários desativados em Cartilha Acesso à Informação Pública

Publicado por em 20/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , ,

Cartilha Olho Vivo no Dinheiro Público – Um guia para o cidadão garantir os seus direitos

Cartilha Olho Vivo no Dinheiro Público  Cartilha Olho Vivo no Dinheiro Público – Um guia para o cidadão garantir os seus direitos – Segunda edição

Esta cartilha traz informações e conceitos básicos para que o cidadão comece a acompanhar a utilização do dinheiro público em sua cidade.

Versão em alta resolução (zip | 12,6 Mb)

Fonte: CGU.GOV.BR

 
Comentários desativados em Cartilha Olho Vivo no Dinheiro Público – Um guia para o cidadão garantir os seus direitos

Publicado por em 19/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , ,

Indignação, Indignada Nação…

Tenho vergonha de mim!

 

 

 

 

 

 

 

 
Comentários desativados em Indignação, Indignada Nação…

Publicado por em 15/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , , ,

A oração é ato político

Sostenes Lima, no blog dele

“A oração é ato político, energia social, bem público. Ela molda a vida da nação muito mais do que a legislação. O fato de não termos sido  ainda dominados pela anarquia deve-se muito mais à oração do que à polícia. É um ato permanente e intricado de patriotismo no sentido mais amplo da palavra –  muito mais preciso, amorosa e protetor do que qualquer patriotismo declarado em slogans. A possibilidade de viver na sociedade e o renascimento da esperança se devem à oração e não à prosperidade empresarial ou ao florescimento das artes. O ato mais importante para despertar toda saúde e força que há em nossa terra é a oração” [Eugene Peterson. Onde está o seu tesouro. Niterói: Textus, 2005].

Resta saber que tipo de oração é um ato político. Certamente não é a oração congregacional e alienante que tanto vemos em algumas igrejas evangélicas e nas neopentecostais.

Aqueles recitais de magias disfarçadas de oração são muito mais uma forma de escoamento de neuroses e artefatos discursivos que garantem fidelização de uma clientela religiosa.

A oração como ato político não é ensimesmada, não busca prioritariamente o bem-estar individual, não comunga com os valores de uma sociedade de consumo. A oração como um ato político é o sermão do monte efervescendo na alma.

Recortes de promessas triunfalistas, contidas em alguma parte da bíblia e repetidas como mantras, não podem ser de forma alguma um ato político.

Essas pseudo-orações não passam de fórmulas mágicas, que apenas potencializam o desejo individual de sucesso e poder, sem qualquer ressonância nos aspectos ético-políticos da vida social.

Via: PAVABLOG

 
Comentários desativados em A oração é ato político

Publicado por em 27/02/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , ,

07 razoes porque eu não creio em mulheres pastoras.

Na minha perspectiva a ordenação de mulheres ao pastorado é uma grave distorção teológica. Lamentavelmente tenho visto nos últimos anos  inúmeras igrejas  consagrando mulheres ao ministério pastoral. Isto posto, gostaria  de forma prática e objetiva elencar 07 motivos porque  não creio em mulheres pastoras:
1- As Escrituras não referendam a ordenação de mulheres ao ministério pastoral. Não vejo na Bíblia nenhum texto que apoie a ordenação feminina ao presbiterato.
2-  Jesus não chamou apóstolas entre os doze. Todos os apóstolos escolhidos por Jesus eram homens.

3- As Escrituras não defendem o Igualitarismo e sim o complementarismo.


Igualitaristas:  Esta corrente, afirma que Deus originalmente criou o homem e a mulher iguais; e que o domínio masculino sobre as mulheres foi parte do castigo divino por causa da queda, com conseqüentes reflexos sócios-culturais. Segundo os igualitaristas mediante o advento de Cristo, essa punição e reflexos foram removidos; proporcionando conseqüentemente a restauração ao plano original de Deus quanto à posição da mulher na igreja. Portanto, agora, as mulheres têm direito iguais aos dos homens de ocupar cargos de oficialato da Igreja. Além dos igualitaristas, encontramos os complementaristas , que por sua vez entendem que desde a criação – e portanto, antes da queda – Deus estabeleceu papéis distintos para o homem e a mulher, visto que ambos são peculiarmente diferentes. A diferença entre eles é complementar. Ou seja, o homem e a mulher, com suas características e funções distintas se completam. A diferença de funções não implica em diferença de valor ou em inferioridade de um em relação ao outro, e as conseqüentes diferenças sócios-culturais nem sempre refletem a visão bíblica da funcionalidade distinta de cada um. O homem foi feito cabeça da mulher – esse princípio implica em diferente papel funcional do homem, que é o de liderar.
4- Paulo não fala de presbíteras, bispas, muito menos pastoras. As referências a essas vocações nas Escrituras sempre estão relacionadas aos homens. Não é preciso muito esforço para perceber que não existiam pastoras nas igrejas do Novo Testamento.
5-  Os reformadores  e os pais da Igreja não nunca defenderam o ministério pastoral feminino.
6- Os apóstolos determinaram que os pastores  deveriam ser marido de uma só mulher e que deveriam governar bem a casa deles – obviamente eles tinham em mente homens cristãos (1Tm 3.2,12; Tt 1.6).
7- A mulher não possui autoridade sobre o marido.( I Tm 2:12 ) Ora, se ela é pastora e o seu marido não, ela fere o principio de autoridade da Bíblia, tornando-se lider do marido.
Prezado leitor, quando afirmo que mulheres não podem ser pastoras o faço na perspectiva de governo. O governo da igreja juntamente com os oficiais que a regem são eminentemente masculinos. Na Bíblia você nao vê nem tampouco encontra mulheres que governam a igreja. Todas as recomendações Paulinas quanto a presbíteros são para homens. Todavia, o fato das mulheres não governarem a igreja, não impede com que preguem ou ensine a palavra de Deus, entenderam? O governo da igreja é masculino e não feminino. As mulheres podem servir a Deus, contudo, governa-las é uma prerrogativa masculina.

Pense nisso!

Renato Vargens

Fonte:  RENATO VARGENS

 
Comentários desativados em 07 razoes porque eu não creio em mulheres pastoras.

Publicado por em 27/01/2012 em POIMENIA

 

Tags: , ,