RSS

Arquivo da tag: Edir Macedo

Record bate recorde de audiência atacando pastor e inicia guerra religiosa na web

POR KEILA JIMENEZ

 

A Record arranjou mais um alvo para o “Domingo Espetacular”. A atração que foi ao ar no domingo (19), trouxe uma reportagem especial de quase 30 minutos sobre os “segredos do apóstolo Valdemiro Santiago”.

A reportagem, de Marcelo Rezende, prometia denunciar as irregularidades no que diz respeito ao uso das finanças da Igreja Mundial do Poder de Deus, na pessoa do seu gerenciador, o apóstolo Valdomiro Santiago.

Entre as acusações feitas a Valdemiro estão, principalmente, a de enriquecimento ilícito e de lavagem de dinheiro.

O “Domingo Espetacular” mostrou também que Valdemiro foi preso em 2003 por transportar ilegalmente armas e munição. Lembrou ainda do episódio em que três pastores da IMPD foram presos em 2010, acusados de tráfico internacional de armas.

Marcelo Rezende afirmou que a matéria demorou quatro meses para ser preparada.  A emissora diz ter procurado Valdemiro para falar, mais ele não atendeu a equipe da Record.

A reportagem também não fez questão de esconder a guerra entre os dois líderes religiosos, Valdemiro e Edir Macedo, da Igreja Universal, e proprietáriod da Record.

Valdemiro foi pastor da Igreja Universal e a deixou em 1998, para montar sua própria igreja, a Igreja Mundial do Poder de Deus.

Desde então vem arrebanhando pastores da Universal e querendo conquistar fiéis de sua ex-congregação.

No final da reportagem do “Domingo Espetacular”, Rezende disse que a Record continuará  investigando o caso. A matéria causou confusão nas redes sociais, com fiéis de ambos os lados se atacando.

A reportagem bateu recorde de audiência: registrou 20 pontos no horário, empatando com a Globo em primeiro lugar. Com ela, o “Domingo Espetacular” registrou a sua melhor média no ano: 16 pontos.

Cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande SP.

Vem mais por aí.

Fonte: FOLHA

 
Comentários desativados em Record bate recorde de audiência atacando pastor e inicia guerra religiosa na web

Publicado por em 19/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , , , , , ,

Pastor Ciro Zibordi critica Edir Macedo, R. R. Soares e Valdemiro Santiago: “não pregam o verdadeiro evangelho”

Pastor Ciro Zibordi critica Edir Macedo, R. R. Soares e Valdemiro Santiago: “não pregam o verdadeiro evangelho”

O pastor Ciro Sanches Zibordi publicou artigo em seu blog em que compara e crítica a teologia praticada por três grandes igrejas brasileiras, e seus respectivos líderes.

Referindo-se às igrejas Universal, Internacional da Graça e Mundial, Zibordi afirma que embora “conhecidas como evangélicas”, essas denominações “não têm pregado o verdadeiro Evangelho”.

Zibordi menciona a ligação que Edir Macedo, R. R. Soares e Valdemiro Santiago tem entre si, e diz que todos conseguiram muitos seguidores: “Os dois primeiros fundaram a primeira igreja, de abrangência universal. O segundo e o terceiro saíram da primeira. O mais rico (está entre os mais ricos do País!) tem um reino à sua disposição. O segundo mais rico é um milionário, quer dizer, um missionário cheio de graça, que prega, canta, conta piadas… E o terceiro vem suando bastante (a ponto de os fiéis recolherem o seu suor!) para demonstrar que a sua igreja tem muito poder”.

As críticas de Ciro Zibordi à mensagem bíblica pregada por eles são bastante pontuais, mencionando características de cada um: “Essas igrejas aparecem na mídia todos os dias e têm muitos seguidores, mas não pregam, como já disse, o verdadeiro Evangelho. A primeira prega o evangelho da prosperidade. A segunda, o evangelho triunfalista, à base de confissões positivas. E a terceira, o evangelho experiencialista e místico”, afirma o pastor assembleiano.

Ironizando os seguidores dessas igrejas, o pastor tipifica-os em três categorias de “interessereiros”: “Nessa ordem: interesseiras que frequentam cultos prioritariamente para se tornarem empresárias ou saírem de uma crise financeira; interesseiras que vão aos cultos para receberem curas, bens materiais ou soluções de problemas; e interesseiras que frequentam os cultos para receberem milagres. Jesus também era seguido por multidões de interesseiros. A diferença é que Ele pregava a verdade, o que fazia com que muitos deixassem de segui-lo (Jo 6.60-69)”, observa o pastor.

Confira abaixo, a íntegra do artigo “Quem está certo: o bispo universal, o missionário internacional ou o apóstolo mundial?” do pastor Ciro Zibordi:

Na atualidade, há três igrejas conhecidas como evangélicas que, apesar de terem Deus no nome, não têm pregado o verdadeiro Evangelho. Elas “arrastam” multidões. Pessoas se acotovelam para ouvir “outro evangelho”, e não o Evangelho (1 Co 15.1,2; 2 Co 11.3,4. Gl 1.6-12; 1 Tm 6.3,4).

Refiro-me a três grandes igrejas, cujos templos estão sempre lotados. A maior delas ainda não conquistou outros planetas, mas a sua meta é crescer em nível universal. A segunda maior também está em boa parte do globo terrestre; trata-se de uma igreja internacional. E a terceira também não deixa por menos. Conquanto menor do que as outras, já se considera mundial.

Estou falando de três líderes carismáticos, telepregadores muito bem-sucedidos em seus negócios. Os dois primeiros fundaram a primeira igreja, de abrangência universal. O segundo e o terceiro saíram da primeira. O mais rico (está entre os mais ricos do País!) tem um reino à sua disposição. O segundo mais rico é um milionário, quer dizer, um missionário cheio de graça, que prega, canta, conta piadas… E o terceiro vem suando bastante (a ponto de os fiéis recolherem o seu suor!) para demonstrar que a sua igreja tem muito poder.

Essas igrejas aparecem na mídia todos os dias e têm muitos seguidores — você pode ser um deles! —, mas não pregam, como já disse, o verdadeiro Evangelho. A primeira prega o evangelho da prosperidade. A segunda, o evangelho triunfalista, à base de confissões positivas. E a terceira, o evangelho experiencialista e místico.

Os auditórios dessas igrejas, em geral, são formados por três tipos de pessoas, nessa ordem: interesseiras que frequentam cultos prioritariamente para se tornarem empresárias ou saírem de uma crise financeira; interesseiras que vão aos cultos para receberem curas, bens materiais ou soluções de problemas; e interesseiras que frequentam os cultos para receberem milagres. Jesus também era seguido por multidões de interesseiros. A diferença é que Ele pregava a verdade, o que fazia com que muitos deixassem de segui-lo (Jo 6.60-69).

Bem, a primeira igreja, de abrangência universal, contraria o que diz a Bíblia acerca do Reino de Deus, que “não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo” (Rm 14.17), ao priorizar a prosperidade material. Deus faz prósperos os seus filhos (Sl 1; 23; 37), mas um crente que só pensa em dinheiro e bens materiais está longe de agradar ao Senhor Jesus (Mt 6.19-21; 1 Tm 6.9,20; Ef 5.5).

A segunda igreja, de abrangência internacional, não prioriza a graça do Senhor Jesus, posto que promove um culto antropocêntrico, centrado nas necessidades humanas. As pessoas não frequentam os cultos primeiramente para adorar ao Senhor, e sim para receberem bênçãos, como se Deus fosse aquele bom velhinho do Pólo Norte… Deus abençoa o seu povo, mas o nosso culto deve ser cristocêntrico, isto é, em adoração e louvor a Cristo (1 Co 1.22,23; 2.1-5). A oração modelo não começa com “O pão nosso de cada dia nos dá hoje”, e sim: “Pai nosso que está nos céus, santificado seja o teu nome” (Mt 6.9).

Finalmente, a terceira igreja, de abrangência mundial, apresenta um culto aos milagres. Tudo gira em torno de sinais, prodígios, curas… Há problema nisso? Claro que sim! O Senhor Jesus, quando andou na terra, ficou o tempo todo curando os enfermos e fazendo milagres? Não! Ele ensinava, pregava e curava, nessa ordem (Mt 4.23; 11.1). Ele ensinou mais que pregou; e pregou mais que curou. Além disso, pregar o Evangelho não é pregar milagres, pois estes são o efeito da pregação do Evangelho (Mc 16.15-20). Por isso, na hierarquização que Deus estabeleceu para os dons do Espírito, milagres e curas aparecem depois de apóstolos, profetas e doutores (1 Co 12.28).

Qual é o líder que está com a razão, visto que estão se digladiando há algum tempo? O bispo universal, que só prega a teologia da prosperidade, não fazendo jus à definição bíblica de Reino de Deus? Ou o missionário cheio de graça, conhecido em âmbito internacional? Ou ainda o apóstolo mundial que faz da pregação de milagres o seu carro-chefe, deixando de pregar o Evangelho pleno, composto de promessas, mandamentos e princípios?

Enquanto os aludidos bispo, missionário e apóstolo disputam para ver quem é o melhor, sigamos o Bom Pastor, o nosso Senhor Jesus Cristo (Jo 10.11,27,28). Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14.6).

Amém?

Fonte: Gospel+

 
3 Comentários

Publicado por em 16/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , ,

MPF denuncia Edir Macedo por evasão de divisas

  • Edir Macedo e outras três pessoas foram denunciadas por lavagem dinheiro e evasão de divisas, formação de quadrilha, falsidade ideológica e estelionato contra fiéisEdir Macedo e outras três pessoas foram denunciadas por lavagem dinheiro e evasão de divisas, formação de quadrilha, falsidade ideológica e estelionato contra fiéis

O bispo Edir Macedo Bezerra, líder religioso da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), e outras três pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal (MPF) por lavagem dinheiro e evasão de divisas, formação de quadrilha, falsidade ideológica e estelionato contra fiéis para a obtenção de recursos para a IURD.

Os três dirigentes da igreja denunciados são o ex-deputado federal João Batista Ramos da Silva, o bispo Paulo Roberto Gomes da Conceição, e a diretora financeira Alba Maria Silva da Costa. Eles são acusados de pertencer a uma quadrilha usada para lavar dinheiro da Iurd, remetido ilegalmente do Brasil para os Estados Unidos por meio de uma casa de câmbio paulista, entre 1999 e 2005.

Segundo a denúncia, do procurador da República Sílvio Luís Martins de Oliveira, o dinheiro era obtido por meio de estelionato contra fiéis da Iurd, por meio do “oferecimento de falsas promessas e ameaças de que o socorro espiritual e econômico somente alcançaria aqueles que se sacrificassem economicamente pela Igreja”.

Os quatro também são acusados do crime de falsidade ideológica por terem inserido nos contratos sociais de empresas do grupo da Iurd composições societárias diversas das verdadeiras. O objetivo dessa prática era ocultar a real proprietária de diversos empreendimentos, qual seja, a Iurd.

O Procurador da República Silvio Luís Martins de Oliveira também encaminhou cópia da denúncia à área Cível da Procuradoria da República em São Paulo, solicitando que seja analisada a possibilidade de cassação da imunidade tributária da Iurd.

Fonte: ESTADAO

 
Comentários desativados em MPF denuncia Edir Macedo por evasão de divisas

Publicado por em 12/09/2011 em POIMENIA

 

Tags: , ,