RSS

13 abr

POIMENIA

Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue (Atos 20.28).

Quem é o pastor, quais são as suas atribuições e como a resposta a estas perguntas auxilia no atendimento das necessidades reais de uma igreja local? Neste estudo eu tento responder a estas questões a partir das Escrituras, da Teologia e da história.

Dados teológicos

Charles Spurgeon disse: “Os ministros são para as igrejas, e não as igrejas para os ministros” (The all around ministry, apud STITZINGER, James F., O ministério pastoral na história. In: MACARTHUR, JR, 2004, p. 75). A partir desta afirmação, proponho que a formulação de uma teologia de ministério consistente exige três coisas:

  1. A teologia de ministério deve ser fiel à revelação bíblica acerca da vocação, pastoreio e serviço…

Ver o post original 3.257 mais palavras

Anúncios
 
Comentários desativados em

Publicado por em 13/04/2012 em POIMENIA

 

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: