RSS

Missões com uma outra missão?

11 mar

Para alimentar um pouco a idéia que lancei no twitter sobre missões modernas e como temos que mudar de cara e perspectiva vou explicar o projeto de mídia-povão que meu filho desenvolve junto com sua equipe.

Grass Roots News Internacional é um projeto criado no ano passado pela Jocum para ensinar a cidadão comuns a técnica de produção e veiculação de notícias pela internet.

http://grassrootsnews.tv/

Porquê? Acho que os eventos da “primavera muçulmana” no ano passado respodem a esta pergunta. Muitos dos conflitos que depuseram os ditadores do Egito e da Líbia foram alimentados pela mídia social, Facebook, Twitter, Google. O mundo reconheceu e se extasiou mais uma vez com o poder da internet em mobilizar massas em torno de idéias. Os jovens especialistas em midia social se tornaram os primeiros mártires do movimento, alguns presos e torturados pelo governo antes da queda final. Veja no TED a palestra de Wael Gnomim o executivo da Google no Egito e o que ele diz sobre o poder da internet durante a revolução (legendas em português):

http://www.ted.com/talks/wael_ghonim_inside_the_egyptian_revolution.html

Não vou discutir aqui por razões o resultado final destes levantes, por razões óbvias. Mas o fato é que a midia de massa livre, democrática e praticamente impossível de ser coibida fez toda a diferença.

Como ter acesso a  verdadeira cidadania hoje? Como ser livre, ter poder sobre sua vida e de sua família, o que é ter direitos civis que refletem os valores determinados pela Declaração Universal dos Direitos Humanos? O que é ser plenamente humano?

A discussão é longa mas quero ousar resumir o “como” chegar a isto com uma só palavra WEB. Já se concorda que estamos na era da cidadania global. O controle cultural que antes se limitava aos governos hoje repousa nas grandes empresas de poderio global e na consciência internacional.

Quem sofre injustiças sistêmicas tem que fazer-se ouvir pelo mundo.  Ter sua voz ouvida não vai causar o fim de seus sofrimentos, mas vai com certeza provocar mudanças grandes. A campanha contra o infanticídio de crianças indígenas só decolou no Brasil quando em 2008 lançamos na web a campanha Hakani alimentada pelo documentário do mesmo nome. O docu-drama com repercussão internacional despertou diálogos, disputas, orações, legislações, ódios, sanções, investigações policiais, perseguições, paixões, compromissos, doações, e por aí vai. Dezenas de crianças indígenas, talvez centenas, foram salvas e ainda continuaram a ser porquê a discussão sobre o valor de suas vidas saiu do escritório da FUNAI e entrou nas salas de visitas, igrejas, colégios, universidades de muitos países do mundo. A própria Hakani é hoje uma cidadã global vivendo no exílio mas muito feliz por causa da campanha.

Acesso a WEB é sem dúvida a única esperança de cidadania com que contam muitas massas populacionais oprimidas, crianças e jovens invisíveis, mulheres sufocadas, etnias desalojadas.

Acesso à WEB é ter os ouvidos do mundo, e a partir daí esperar reações de pessoas como eu e você que se importam. Nossa reação pode ser uma simples oração. Já vai fazer diferença.

Meu filho está saindo com uma equipe para Gana e Togo dentro de um mês. Ele é aluno de jornalismo assim como seus colegas. Se consideram também missionários. Não missionários convencionais como eu fui na idade dele, que levava Jesus, a minha oração e uma esperança fugidia, abstrata. Eles vão levar o amor de Cristo sim. Mas mais ainda, de uma maneira prática vão ser capazes de capacitar estudantes, jovens, mulheres, para contarem suas histórias e as histórias que presenciarem ao mundo todo. Os lugares onde eles hoje vivem não vão ser mais tão remotos aos nossos ouvidos, nem as suas dores e as injustiças que sofrem tão desconhecidas. Conjunturas vão mudar por causa de uma equipe de jornalistas amadores. Tenho certeza disto.

Cuidado ditadores do mundo, e opressores das massas, como disse o Wael Gnomim. Há poder na nossa oração, há poder na nossa consciência de povo, há muito poder na verdade das histórias contadas por gente comum.

Não escrevi isto para levantar dinheiro, mas se você quiser ajudá-lo a viajar, ele precisa de 3,000 dólares para passagens, até 15 de março.

http://uofnkona.org/index.php?option=com_wrapper&view=wrapper&Itemid=652&MN=5708

Clicando neste link você vai ver o botão de doação para minha conta na Universidade das Nações. Clique no botão (Make a one time donation)  e use seu cartão do banco. O site é super seguro.

Muito obrigada.

Bráulia Ribeiro

Fonte: ULTIMATO

Anúncios
 
Comentários desativados em Missões com uma outra missão?

Publicado por em 11/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: ,

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: