RSS

Presidente da África do Sul critica cristianismo por “ter trazido para África órfãos, orfanatos e lares de idosos”

05 mar

Presidente da África do Sul critica cristianismo por “ter trazido para África órfãos, orfanatos e lares de idosos”

O Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, atacou o cristianismo em um discurso por, segundo ele, “ter trazido para África órfãos, orfanatos e lares de idosos”. A fala se deu em um evento que Zuma participava para alertar os sul-africanos para a segurança no trânsito.

Zuma afirmou que antes da chegada da religião no país, o país não sofria com o abandono de pessoas: “Como africanos, muito antes da chegada da religião e do culto nós tínhamos a nossa forma de fazer as coisas. Esses eram os tempos a que as pessoas religiosas se referem como ‘a idade média’ mas nós sabemos que nesses tempos não haviam órfãos, orfanatos nem lares de idosos. Foi o cristianismo que trouxe para cá essas coisas”, afirmou o presidente sul-africano, segundo informações do jornal local “Times”.

Ele ainda ressaltou que talvez seja hora de as pessoas “voltarem a fazer as coisas à maneira antiga” porque para ele, a modernidade tem sido nociva para a sociedade. Jacob Zuma ainda citou o exemplo da lei que proíbe os castigos corporais das crianças, lembrando que devido às leis em vigor os pais já não podem educar os filhos como querem. Aqui no Brasil, essa legislação foi apelidada de “Lei da Palmada” e também tem sido criticada por políticos evangélicos. “Apesar de não estar a culpar as leis, não consigo ser diplomático a este respeito. É um fato”, reclamou Zuma.

Porém o presidente sul-africano, apesar de criticar o cristianismo, tem utilizado a religião cristã em conjunto com o partido ANC para promover suas campanhas eleitorais, segundo o jornal “Times”. Em 2007, o presidente foi consagrado pastor honorário pela Assembleia Geral das Igrejas Carismáticas Independentes, na cidade de Durban. Frequentemente Jacob Zuma visita igrejas cristãs em seu país e recebe oportunidades de discursar nos púlpitos dessas igrejas.

Durante as eleições de 2009, Zuma que possui duas esposas e um filho com uma amante, causou polêmica ao afirmar que seu partido governaria a África do Sul até o arrebatamento: “o ANC governará a África do Sul até Jesus Cristo voltar à terra”, e em um discurso na cidade de Mpumalanga, afirmou que “só quem votar no ANC vai para o céu quando morrer”.

-“A África do Sul é um país baseado nas regras e nos princípios de Deus. Quando nós (dirigentes) tomamos posse no governo levantamos a mão direita e de fato pronunciamos ‘que Deus nos ajude’. Penso que ninguém poderá negar que a África do Sul se baseia nos princípios de Deus”, afirmou Zuma em um de seus discursos.

Fonte: Gospel+

Anúncios
 
Comentários desativados em Presidente da África do Sul critica cristianismo por “ter trazido para África órfãos, orfanatos e lares de idosos”

Publicado por em 05/03/2012 em POIMENIA

 

Tags: , , , , , ,

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: