RSS

Você é um Pregador ou um Palestrante Motivacional?

15 set
Pode ser verdadeiro. Pode até mesmo ser útil. Mas isto é pregação?

Algumas pregações reputadas como poderosas por muitos nada mais são que palestras motivacionais. Elas podem ser verdadeiras, elas podem até mesmo ser úteis. Elas podem ajudar você a ser sucedido no trabalho. Porém, frequentemente, tudo que o preletor fez foi mudar o título de algum seminário ministrado por algum psicólogo famoso, mudar de ‘como ser bem sucedido’ para ‘como alcançar o propósito de Deus’ e apresentar o propósito de Deus como sendo ‘ser bem sucedido nesta vida’.

É algo costumeiro em alguns círcculos. De fato, alguns enxergam isso como a consubstanciação do que seja uma pregação ‘relevante’. O indivíduo vem e aprende alguma manha ou como ter uma atitude mental que irá ajudá-lo por fim a quebrar as barreiras que o impede de obter aquela promoção. Pode ser que muitos outros finalmente decidam-se por retornar aos bancos escolares ou mudar de carreiras. Talvez outros encontrem formas para elaborar seus planos e assim serem mais eficazes em suas vidas financeiras. E então o pregador se assenta. Algumas vezes o povo grita, outras vezes a multidão se acomoda nas cadeiras e fica a refletir no que ouviram, todavia na maioria das vezes o que está faltando excede sobremaneira os benefícios destas mensagens.

Quando um sermão é meramente uma palestra motivacional, o que fica faltando? Pelo menos duas coisas:

Fica faltando a Cruz

A primeira coisa que fica faltando nesta espécie de pregação é a cruz. Algumas vezes o pregador pode mencioná-la ao final, porém nesses casos a cruz é reduzida de ser a parte mais elevada da obra de Deus em favor da humanidade a um mecanismo que me ajude a fazer um trabalho melhor. A cruz, a de Jesus e a nossa, ambas são totalmente deixadas de fora. A idéia de nosso pecado causando a morte de Cristo na cruz fica ausente desta mensagem. A idéia que nós devemos tomar nossa cruz e seguí-Lo também fica de fora.

Em resumo, o Evangelho fica de fora de muitas dessas apresentações e assim, não importa quão eloquente ou bem preparada, este tipo de pregação não traz em seu bojo o poder real que emana do pregar ; Cristo e Ele crucificado’.

Fica faltando a vinda do Reino

Em muitos destes sermões, a idéia da chegada do reino de Deus está ausente. Se é como devemos nos preparar para o reino vindouro, ou se é como o reino vindouro é diferente  dos ‘reinos’ atuais, este aspecto da verdadeira pregação fica faltando com frequência nes’ses sermões, nas ‘pregações motivacionais’.

Se você não estiver pregando a cruz e nem o reino vindouro, então precisa perguntar a si mesmo, quais são as consequências eternas da minha maneira de pregar? Se alguém vier até a sua igreja após ter recebido o diagnóstico de estar com câncer, o que o seu sermão a respeito de como ser bem sucedido fará com esta pessoa? Se alguém se encontrar em meio ao desespero e necessitar ouvir uma palavra a respeito do reino vindouro no qual a justiça reina, o que a sua mensagem teria a dizer a respeito dos entendimentos distorcidos que as pessoas têm sobre o Evangelho?

As pessoas podem assistir a palestras motivacionais em muitos lugares, mas quando elas vêm até a igreja elas tem de ouvir a um pregador. Há lugar e hora para palestras motivacionais, porém se você como um pregador estiver utilizando todo o seu tempo para estar simplesmente discorrendo sobre outras coisas que não o Evangelho, então você não cumpriu o seu dever. Porque para um pregador se degenerar e se tornar num facsimile, isto é, numa cópia de alguma apresentadora bem sucedida da tv ou de algum palestrante motivacional famoso é apenas um passo e assim você deixará de anunciar as palavras de Deus para a humanidade e passará a ser mero papagaio repetidor de dicas colhidas aqui ou acolá de pensadores humanos.

Fonte: SERMON CENTRAL

Tradução/Versão/Adaptação: Chicco Sal

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 15/09/2011 em POIMENIA

 

Tags: , , , ,

Uma resposta para “Você é um Pregador ou um Palestrante Motivacional?

  1. Walmir Vigo Gonçalves

    16/09/2011 at 08:45

    Parabéns por esta postagem. Queira Deus que muitos que já deixaram de lado a pregação do evangelho puro e simples leiam esse texto, aqui ou em outro lugar, e que ele faça diferença em suas vidas e pregações.

     
 
%d blogueiros gostam disto: