RSS

O SÊMENARISTA

16 set

—– Original Message —–

From: ESTUPRO DO SEMINARISTA SÊMENARISTA…

To: contato@caiofabio.com

Sent: Tuesday, September 15, 2009 7:56 AM

Subject: Como agir segundo Jesus?

Caro Pastor,

Gostaria de agradecer seu amor e atenção a minha pessoa no seu site. Bem sei que este amor não foi diretamente para mim, mas sinto como se fosse.
Com sua licença, venho pedir mais uma palavra sua, por pequena que seja, para que eu tenha uma direção de como agir.
Fui católica por muitos anos, do batismo à crisma, fiz tudo de acordo com a doutrina católica. Perdi meus pais em um acidente e me afastei na igreja católica.
Fiquei muito deprimida, perdi semestre na faculdade, até que uma amiga me levou a uma denominação evangélica.
Lá encontrei palavras doces, carinho, atenção.
Comecei a ler a Bíblia e também comecei a questionar certas coisas que eram ensinadas na igreja… Contudo guardava isso em meu coração. Quem era eu para contestar o pastor?
Depois de um ano, conheci um seminarista da mesma denominação, mas de outra congregação… Ele falou comigo para namorar… Fui sincera e disse que só sentia amizade por ele. Passados alguns meses, durante os quais minha amiga e o pastor da igreja sempre me aconselharam a aceitar o namoro… porque ele seria um excelente rapaz…, cedi.
Iniciamos um namoro. Tudo era normal.
Certo dia, um amigo da faculdade conversando comigo sobre religião me prometeu um DVD que abriria meus olhos sobre o assunto.
No dia seguinte ele trouxe…

O DVD era seu… Falava do império das trevas.

Chocada, paralisada, abismada, assisti com atenção, e entre muitas lágrimas ouvi tudo o que o senhor falava.

Algumas dúvidas que guardava em meu coração quando iniciei a ler a Palavra, foram esclarecidas e o senhor foi muito mais além!
Aquelas palavras mudaram por completo minha vida e me fizeram não querer mais ir à denominação, mas viver o evangelho da graça.
Fui falar com meu namorado e aí começaram os problemas.
Com amor e cautela expus a verdade a ele. Pedi que assistisse o DVD comigo… Infelizmente ele tem verdadeiro ódio a sua pessoa.
Depois de uma briga, terminei o namoro.
O pastor e minha amiga da denominação me ligaram muito para que eu voltasse atrás. Falaram barbaridades sobre sua pessoa. Eu mantive minha decisão.
No mês passado meu ex-namorado me telefonou pedindo para conversarmos. Marcamos o encontro. Novamente ele tentava me convencer a voltar à denominação e esquecer tudo que vi e ouvi no DVD, dizendo ser doutrina maligna.

Começou outra briga que terminou em um estupro…

Ele me bateu e me estuprou…

Foi embora e me deixou ferida em todos os sentidos…

Pensei que ia morrer tamanha dor e vergonha.

Fui socorrida por uma amiga…

Fiquei um tempo na casa dela…

Depois que fui tratada e conseguia sair de casa, fui ao pastor dele contar o que aconteceu. Ele me mandou perdoar e esquecer. Disse que um cristão não denuncia outro cristão e que se eu resolvesse denunciar, eu estaria me arriscando.
Chocada eu me calei e resolvi ficar quieta.
Agora descobri que estou grávida… E já não sei o que fazer!

Não tenho a menor condição financeira de ter esse filho além de não ter condições psicológicas para ser mãe.
Não durmo quase nada. Não consigo me alimentar. Tenho pesadelos com ele.

Amado, que devo fazer?
Minha amiga que me levou a denominação me disse que ele quer voltar a namorar comigo e esquecer tudo…; e até casar.
Como posso casar com ele?

Devo casar só para ter condições de criar meu filho?
Desculpe se para o senhor minhas duvidas forem tolas, mas já não sei o que pensar.
Como um homem que diz ter chamado para ser pastor pode fazer algo assim?
Como ele pode pregar a Cristo depois de ter feito o que fez comigo?
Às vezes tenho vontade de denunciá-lo a Policia. Outras vezes penso em tudo que vou passar com essa denuncia e prefiro me calar…
Caro pastor, me ajude… Já estou quase a desesperar da vida.  Não tenho ido à faculdade… Estou isolada em casa. Sinto-me só e perdida!
Obrigada mesmo que não venha a responder esta carta.
Que Jesus sempre seja com seu espírito.
Fique na Graça e na PAZ
Com Carinho e gratidão,

_____________________________________

Resposta:

Minha querida filha: Graça e Paz!

Primeiramente devo dizer que sempre que ouço uma história assim… a vontade que me dá é a de “pagar uma visita” ao estuprador e empalá-lo…

Sim, numa estaca!…

Uma estaca para o seminarista estuprador na porta do Seminário, ou, no caso, do Sêmenario…

A religião é assim… O DVD está provado… Sim, eles provam que o que digo é verdade…

E mais:…

O que você acha que pode ser mais Império das Trevas do que isso?…

Sim, não é a mesma treva do Senédrio, dos sacerdotes que em nome de Deus e contra a heresia assassinavam e estupravam em nome da Ortodoxia?…

Eu sou diabo porque prego o Evangelho… A mim eles denunciam como herege… A mim eles proíbem você de ouvir… Sobre mim vale dizer tudo, até matar com palavras… Mas, enquanto isto…, o seminarista que odeia…, que vive de raiva…, que faz violência…, que é covarde e frouxo como uma dondoca…, estupra você em nome do ódio que sente por mim e em nome do direito diabólico que ele sente que tem sobre mulheres fracas no corpo, embora milhões de vezes melhor de cabeça do que ele…

O que fazer?…

Primeiro acho que você deve de fato procurar um advogado e contar a história… Você tem testemunhas… Você pode provar… Você tem o DNA dele em você… Sim, ele tem que ser tratado conforme a Lei. Ele não pode estuprar pessoas e pedir que o pastor peça que não se dê queixa…

Um cristão não estupra outro cristão!…

E nem precisa ser cristão, é claro. Basta ser gente. Gente não estupra gente. Quem faz não é…

Além disso, no próprio processo, demande logo o reconhecimento do seu filho, não para convívio com o “pai/estuprador”, mas para que o estuprador assuma mais essa responsabilidade; que é dele!…

Tenha seu filho…

Não jogue o filho fora por causa de um pai que não é pai…, embora você seja mãe, e ainda venha a aprender muito sobre a benção de ser mãe.

Casar com ele?… Para ter comida?… Não! Jamais!

Sei que você está apavorada e sozinha…

Por isto peço que me diga onde mora, pois, quero enviar gente de Deus para estar com você…

E mais: quero ajudar você a ter seu filho!

Portanto, me diga onde você mora…

O que você deve fazer contra o Sêmenarista não é vingança, é justiça da vida…; e mais: é precaução já…, posto que esse bandidinho tenha que aprender com quantos paus se faz uma cangalha…

Deixa-lo sem disciplina legal é estimular o monstro nele…

Mas não tema…

Creia: você não ficará só…

Apenas nos diga onde mora e faremos tudo para estar ao seu lado, agora…, durante…, e depois do seu filho nascer.

Creia: você não está só!…

Nele, que ama você e seu filhinho, e que não o conta como filho de uma violência, mas sim de uma filhinha Dele cheia de amor e fé,

Caio

15 de setembro de 2009

Lago Norte

Brasília

DF

Fonte: CAIO FÁBIO

Anúncios
 
Comentários desativados em O SÊMENARISTA

Publicado por em 16/09/2009 em POIMENIA

 

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: